Buscar o maior peixe da Etapa ou fora dela, e ter o devido reconhecimento por este feito. Este é o objetivo deste torneio. Nas modalidades de água doce ou salgada, há o “gigante” que aguarda aparecer na sua régua. O maior objetivo desse torneio é buscar o “troféu” que, além de consagrar o associado, irá despertar a consciência da preservação. Afinal, o maior dos peixes só chegou onde chegou porque alguém resolveu deixá-lo livre. MAIOR DE TODOS é uma busca pela grandeza não somente de espécimes de peixes, mas de novas atitudes protetivas.

Água Salgada

Modalidade de pesca em mangues e mar. Confira a classificação geral no TOP 10.

Água Doce

Modalidade de pesca em açudes e lagos. Confira a classificação geral no TOP 10.​

Regras

Manual do processo de julgamento e validação do torneio.

TOP10 - Água Salgada

1º colocado

César Benício - Tarpon de 93,5cm​

2º colocado

Uelinton - Tarpon de 93cm

3º colocado

Alexssandro - Tarpon de 89,5cm

4º colocado

Nelson Mor. - Tarpon de 89,5cm

5º colocado

Tiago Men. - Tarpon de 87,5cm

6º colocado

Kleuber - Tarpon de 87cm

7º colocado

Bruno - Tarpon de 71cm​

8º colocado

Alan Maia - Tarpon de 71cm

9º colocado

Lucas Landim - Tarpon de 68cm

10º colocado

Carol Maia - Tarpon de 59,5cm

TOP10 - Água Doce

1º colocado

Uelinton - Tucunaré de 63cm

2º colocado

Marco Vinicius. - Tucunaré de 59cm

3º colocado

Tiago Men. - Tucunaré de 55cm

4º colocado

Kleuber - Tucunaré de 54cm

5º colocado

Geraldo Jr - Tucunaré de 52,5cm

6º colocado

7º colocado

8º colocado

9º colocado

10º colocado

Regras do Torneio Maior de Todos

CAPÍTULO 1 – INTRODUÇÃO

Art. 1° – Com o objetivo de incorporar um novo público com afinidades na prática da pesca esportiva em caiaque, temos como intenção estimular os pescadores a praticar o pesque, registre e solte, de maneira consciente e sustentável.

Desta forma, decidimos realizar o I Torneio do Maior de Todos, que contempla os seguintes espécimes de peixes:

§1° Água salgada/salobra (mar ou mangue): atum, barracuda, bonito, cavala, guarajuba, pescada, prejereba, robalo, serra, sernambiaguara, tarpon e xaréu.

§2° Água doce: tucunaré amarelo, tucunaré azul, tucunaré pinima e tucunaré açu.

Art. 2° – O I Torneio do Maior de Todos será dirigido por uma comissão organizadora designada pela diretoria da APECC.

CAPÍTULO 2 – DA PROGRAMAÇÃO

Art. 3° – A competição será realizada a partir do início de 1ª etapa do I Circuito de Pesca Esportiva em Caiaque APECC, que ocorrerá em 31 de março de 2019, no Rio Ceará, e terá seu encerramento ao final da última etapa, que ocorrerá no dia 08 de dezembro de 2019, também no Rio Ceará (Torneio Rei de Prata).

Art. 4° – A divulgação dos vencedores e entrega das premiações ocorrerão na confraternização de final do ano de 2019, com data e local a serem definidos pela comissão organizadora da APECC.

CAPÍTULO 3 – DA COMPETIÇÃO

Art. 5º – O torneio será exclusivamente da modalidade PESQUE, FILME e SOLTE, sendo válidas somente as espécies citadas no art. 1°.

§1° Os métodos de pesca que podem ser utilizados, impreterivelmente embarcado em caiaque, são os com iscas artificiais ou com iscas naturais (vivas ou mortas), sendo aceito a captura por corrico.

§2° O competidor deverá estar a bordo do caiaque para registrar o peixe.

§3° É obrigatório o uso de colete salva-vidas e este deverá constar na filmagem (selfie) de registro do peixe. Na ausência do colete salva-vidas ou da não constatação durante a filmagem, o competidor não terá o peixe validado.

§4° É permitido qualquer forma de propulsão do caiaque: remo, pedal, vela, motores etc.

§5° Não serão válidos peixes pescados em pesque e pague, oriundos de caça sub ou mortos. Caso seja apurado tais situações, o participante estará proibido de continuar participando do torneio.

§6° Só serão válidos os peixes capturados no período de duração do torneio, conforme Art. 3º.

§7° Um mesmo competidor poderá enviar quantos registros quiser e participar de todas as categorias (água doce e salgada) do torneio, bem como ter a possibilidade de mais de uma classificação e premiação.

§8° Em caso de empate, o registro primeiramente enviado será o critério utilizado para desempate, sendo esse o vencedor.

§9° Serão validados os peixes capturados em todo o território nacional.

CAPÍTULO 4 – DA INSCRIÇÃO

Art. 6° – O competidor deverá ser associado à APECC e está com pagamento em dia para participar do Torneio do Maior de Todos.

CAPÍTULO 5 – DA MEDIÇÃO E REGISTRO DO PEIXE

Art. 7° – A medição do peixe deverá seguir o procedimento abaixo, que também estará presente na régua oficial da APECC e válida dessa edição.

       §1° A medição válida será apenas por vídeo sem cortes e interrupções, seguindo a ordem de filmagem abaixo:

  1. Medição do peixe: a filmagem de medição do exemplar deverá capturar toda a extensão do peixe, com esse em paralelo à régua, com barriga para baixo e deve mostrar a boca (aberta ou fechada) totalmente encostada no esbarro da régua de medição, podendo apoiar a mão sobre o centro do peixe, para evitar fuga do exemplar antes do registro. O rabo do peixe deverá estar aberto livre de qualquer objeto ou manuseio do participante.
  2. Soltura do peixe: a filmagem da soltura do exemplar deve constar condições que se interpretem de real sobrevivência.
  3. Identificação: na filmagem da soltura do peixe, deverá aparecer o nome do competidor e a data de registro fixados na régua, além da necessidade de aparecer o rosto descoberto do competidor (selfie) e o uso do colete salva-vidas.
  4. Registro da data: A data da captura deverá ser feita no local de fixação do adesivo das etapas do circuito, podendo esta ser feita diretamente na régua com caneta de CD, ou com fita crepe escrita com caneta esferográfica.

§2° O registro da filmagem deverá ser ao máximo em 1° plano, ou que fique claro a boca totalmente encostada no esbarro. O registro que for feito na perspectiva ou em desconforme às regras será analisado e poderá não ser validado se não apresentar clareza no posicionamento do peixe.

§3° O competidor que não seguir as ordens e regras de validação acima não terá seu exemplar validado.

§4° O competidor deverá enviar a filmagem de registro para a comissão organizadora da APECC no prazo de até 72 horas da data constatada na régua de medição válida.

§5° Será fornecido para cada competidor uma régua válida, sendo essa pessoal e intranferível, ou seja, todos os associados são automaticamente cadastrados e aptos a participar do torneio. Não serão validados exemplares com outras réguas diferentes da régua oficial da APECC 2019, salvo as outras formas permitidas no parágrafo abaixo.

§6° Caso o exemplar seja maior que a extensão da régua de medição válida, fica permitido que o competidor faça a medição das seguintes formas: unir uma segunda régua oficial da APECC de outro associado, para registrar a medição total; utilizar trena metálica de forma clara e visível; utilizar uma extensão padrão fornecida pela APECC que será vendida a parte, ficando facultativo a aquisição pelo competidor.

§7° Os registros serão analisados e validados pela comissão organizadora da APECC.

CAPÍTULO 6 – DA PONTUAÇÃO

Art. 8º – O sistema de pontuação será feito pelo comprimento do exemplar em centímetros, no qual a medição será de 0,5 em 0,5 cm, sendo vencedor de cada categoria o competidor que capturar o maior peixe válido das categorias de água doce e água salgada.

       §1° Será feito arredondamento do comprimento do exemplar seguindo a primeira casa decimal, conforme exemplo a seguir: o peixe que medir aproximadamente 45,7cm será validado com 45,5cm e em outra situação que o peixe medir aproximadamente 45,2cm será validado com 45,0cm, sempre para menor medida levando em conta 0,5 em 0,5 cm.

§2° Segue abaixo imagem da régua de medição válida dessa edição do I Torneio do Maior de Todos – APECC 2019:

CAPÍTULO 7 – DA PREMIAÇÃO

Art. 9º – Os campeões do torneio, água doce e salgada, receberão um troféu e uma vara da REDAI.

CAPÍTULO 8 – DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 10º – Os participantes concordam em autorizar o uso de suas imagens e som de voz, em qualquer tipo de mídia e peças promocionais relacionadas ao I Torneio do Maior de Todos da APECC.

Art. 11º – Por razões imperiosas, a programação ou o regulamento poderão sofrer alterações pelos organizadores.

Art. 12º A realização da inscrição implica que o participante tem conhecimento e concorda com todo o conteúdo deste regulamento.

Art. 13º – Os casos omissos ao presente regulamento serão resolvidos pela comissão organizadora.